Conferência sobre computação mostra vida no futuro

2017-10-13 09:55:13丨portuguese.xinhuanet.com

Hangzhou, 13 out (Xinhua) -- Em um restaurante automatizado com interação entre humanos e computador, os clientes podem fazer os pedidos e pagar pela internet, o que economiza o tempo para os clientes e reduz os custos para o restaurante.

Essa é uma cena demonstrada na Conferência de Computação 2017, realizada na cidade de Hangzhou, no leste da China, pelo Grupo Alibaba, gigante de comércio eletrônico chinês.

A conferência tem como objetivo dar às pessoas a chance de experimentar o uso da tecnologia vanguardista no mundo real.

Além do restaurante futurístico, novas tecnologias também são aplicadas em outras áreas, como serviços de saúde, viagem e acomodação.

As máquinas automáticas de vendas na conferência não aceitam moedas ou pagamento com celular. Basta ficar em frente a elas, e o rosto do cliente é reconhecido em segundos e a garrafa sai imediatamente.

"Cada vez mais tecnologias estão sendo integradas na nossa vida cotidiana nessas exibições. Anteriormente, tal tecnologia avançada era usada apenas nas indústrias científicas e financeiras", disse Wang Congmao, um participante.

Uma mulher, de sobrenome Wang, disse que é incrível que sua capacidade de beber álcool pode ser prognosticada na conferência. Com um cotonete de algodão para coletar células em sua boca, Wang fez a coleta de DNA ela mesma. Apenas uma hora e meia mais tarde, ela recebeu os resultados no seu celular, que indicam a quantia de bebida alcoólica que pode consumir seguramente.

Um total de 450 empresas científicas e tecnológicas exibiram suas tecnologias mais avançadas desde que a conferência começou quarta-feira na cidade, que também é sede do Alibaba.

A nova tecnologia na conferência não só é novidade para os clientes. As empresas também podem usá-la para transformar suas operações.

Uma companhia de segurança de rede pode produzir um relatório de exame sobre um website em apenas meia hora. Tudo o que ele precisa é apenas o endereço dele, ou URL.

John Troughton, consultor de globalização para a companhia de UAV (veículo aéreo não tripulado)XAIRCRAFT, participou da conferência na quarta-feira. "A tecnologia da internet, computação em nuvem e inteligência artificial da China estão beneficiando cada vez mais pessoas, trazendo enormes mudanças no mundo também. A Conferência de Computação é uma plataforma, que não só mostra as tecnologias vanguardistas da China, mas também como as tecnologias podem ser extensamente usadas em nossa vida cotidiana", comentou.

Wang Jian, presidente do Comitê Orientador de Tecnologia do Alibaba, apresentou um dos destaques da conferência. O Cérebro da Cidade de Hangzhou, lançado de modo experimental há um ano, pode otimizar as alocações de tempo dos semáforos via análise de dados. O transporte dos 9 milhões de moradores de Hangzhou será otimizado pelo novo sistema.

"Há 128 semáforos em Hangzhou controlados pelo Cérebro da cidade, que pode informar os engarrafamentos de trânsito, estacionamento irregular e acidentes rodoviários. Ele informa mais de 500 vezes por dia com uma exatidão de 92%", disse Ye Hanbing, diretor do Departamento de Segurança Pública de Hangzhou.

O Cérebro também pode controlar os semáforos para facilitar a passagem de ambulâncias, acrescentou Ye.

Diversas outras cidades começaram a testar este sistema. Os desempenhos serão publicados nos próximos meses.

O Alibaba também anunciou que investirá mais de 100 bilhões de yuans (cerca de US$ 15 bilhões) nos próximos três anos no desenvolvimento da tecnologia avançada.

A atual conferência durará até sábado quando se deslocará em todo o país para Guangdong, Suzhou e Beijing até o final do ano.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001366766001