Embaixador dos EUA solicita que Turquia forneça provas claras para detenção de funcionário do consulado

2017-10-12 18:17:12丨portuguese.xinhuanet.com

TURKEY-ANKARA-U.S. AMBASSADOR

O embaixador dos EUA no Turquia, John Bass (c), fala durante uma reunião com membros da mídia em Ancara, Turquia, em 11 de outubro de 2017. O embaixador dos EUA na Turquia, John Bass, exigiu quarta-feira que a Turquia forneça evidências claras para ligar um funcionário do consulado detido a atividades ilegais, em meio a uma crise diplomática contínua. (Xinhua)

Ancara, 11 out (Xinhua) -- O embaixador dos EUA na Turquia, John Bass, exigiu na quarta-feira que a Turquia forneça evidências claras para ligar um funcionário do consulado detido a atividades ilegais, em meio a uma crise diplomática contínua.

"As alegações feitas contra um funcionário local são acusações muito graves. Queremos entender as acusações substanciais que apoiam essas alegações," disse Bass durante uma reunião com um pequeno grupo de repórteres.

Ele estava se referindo a Metin Topuz, um veterano funcionário turco do consulado dos EUA em Istambul, que foi detido na semana passada por suposta ligação com o clérigo Fethullah Gulen, culpado por Ancara por ter planejado o fracassado golpe em julho de 2016.

"Infelizmente, o governo dos Estados Unidos ainda não recebeu comunicação oficial sobre o pessoal local detido," disse Bass, observando, no entanto, que os dois países estão em contato com a questão específica.

A Turquia considera a rede Gulen como uma "organização terrorista" e os suspeitos ligados a ela enfrentarão graves acusações de terrorismo.

Bass descartou as acusações da Turquia contra Topuz como "sem fundamento".

Ele disse que Topuz, como funcionário da Agência de Controle de Drogas, teve realizações notáveis em cooperação com as autoridades turcas que "tiraram muitos narcóticos das ruas".

Os EUA e a Turquia suspenderam no domingo os serviços de vistos de não-imigrantes para seus cidadãos, um movimento que agravou ainda mais os laços entre os dois aliados da OTAN.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001366745351