Corte ordena governo japonês a pagar indenização devido a barulho de base aérea dos EUA

2017-10-12 11:33:22丨portuguese.xinhuanet.com

Tóquio, 11 out (Xinhua) -- Um tribunal do Japão ordenou nesta quarta-feira que o governo pague indenização aos demandantes que residem perto de uma base aérea na periferia de Tóquio devido ao ruído das aeronaves, informou a imprensa local nesta quarta-feira.

De acordo com os relatórios, enquanto a vara de Tachikawa do Tribunal Distrital de Tóquio rejeitou a petição dos demandantes para interromper alguns voos, foi ordenado ao governo que pagasse um total de cerca de 610 milhões de ienes (5,4 milhões de dólares americanos) em indenizações.

O acordo foi para o ruído do passado e foi feito para 1.000 demandantes residentes perto da Base Aérea dos EUA Yokota. A base também hospeda algumas das instalações da Força Aérea de Autodefesa do Japão (ASDF).

Os demandantes inicialmente solicitaram compensação na forma de pagamentos mensais de de 22.000 ienes por danos causados pelo ruído, de acordo com o processo, com a compensação também incluindo os pagamentos futuros para o sofrimento continuado doravante pelo ruído das aeronaves.

O tribunal, no entanto, recusou as solicitações dos demandantes para que os voos das forças dos EUA e ASDF sejam suspensos durante a noite e início da manhã.

O governo pagou uma compensação de 33,5 bilhões de ienes para residentes perto de bases militares ao longo dos anos, mas, em relação à base de Yokota, disse que as medidas de insonorização colocadas em prática foram levadas em conta na reivindicação de compensação (1 dólar americano equivale a 112,5 ienes japonês).

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001366742481