Ministério do Comércio da China conclui 1.408 investigações antimonopólio

2017-10-11 16:15:13丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 11 out (Xinhua) -- A China fez grandes esforços para facilitar a concorrência de mercado justa através da implementação de regulamentos antimonopólio e um processo de revisão mais rápido durante os últimos cinco anos, segundo o Ministério do Comércio.

Entre 2013 e o fim de agosto de 2017, a pasta recebeu 1.483 denúncias antimonopólio sobre concentração de empresas e concluiu 1.408 casos, disse a pasta em seu site.

Em 2016, os casos fechados pelo ministério envolveram um valor de transações de 6,1 trilhões de yuans (US$ 926,5 bilhões), o que representou cerca de 25% do volume total de transações das fusões e aquisições globais da China.

A pasta também melhorou a eficiência das investigações antimonopólio e reduziu em 11,6% a média do tempo de revisão na primeira metade de 2017.

Cerca de 82% dos casos foram concluídos durante a etapa de revisão preliminar de 30 dias em 2016, em comparação com os 12% registrados em 2013.

As investigações ajudaram a garantir a concorrência justa no mercado e protegeram os interesses dos consumidores, como no caso da fusão entre as gigantes químicas Dow Chemical e DuPont, que o ministério aprovou com a pré-condição de que ambos se desfizessem de alguns de seus negócios.

Devido ao aumento de fusões e aquisições globais, a pasta cooperou ativamente com agências internacionais de aplicação da lei e assinou acordos de cooperação com muitos países e regiões, incluindo alguns do grupo BRICS e participantes da Iniciativa do Cinturão e Rota.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001366720581