China está no caminho certo para alcançar objetivos econômicos, avaliam especialistas

2017-07-13 16:17:17丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 13 jul (Xinhua) -- Analistas têm expressado confiança no ímpeto de crescimento da China e sua capacidade para alcançar suas metas anuais antes da divulgação dos dados econômicos do segundo trimestre.

Na próxima segunda-feira, o Departamento Nacional de Estatísticas realizará uma coletiva de imprensa e divulgará uma série de dados importantes do segundo trimestre e junho, incluindo o Produto Interno Bruto (PIB), investimento em ativos fixos, produção industrial e vendas no varejo.

A pequena tendência para baixo vem dos esforços do governo para reequilibrar a economia na busca por melhor qualidade e eficiência, incluindo a redução de estoques, a desalavancagem e o controle do mercado imobiliário, de acordo com Ren Zeping, economista chefe da Founder Securities.

Ren previu que o crescimento do PIB chegaria a 6,8% no segundo trimestre, 6,7% no terceiro trimestre e 6,6% no quarto trimestre.

Mesmo que a trajetória não pareça muito boa, continua demonstrando a resiliência e o ímpeto saudável da economia.

Se o projeto for realizado, o crescimento anual será muito acima do objetivo de 6,5% estabelecido pelo governo.

"A estabilização econômica geral não significa que o crescimento econômico sempre fica em um nível específico, mas pode ter flutuações moderadas em um nível relativamente estável", disse Li Wei, chefe do Centro de Pesquisa de Desenvolvimento do Conselho de Estado.

A economia não está com falta de sinais de estabilização.

Na terça-feira, a autoridade de supervisão de ativos fixos do país anunciou forte crescimento de lucros para as empresas estatais administradas pelo governo central no primeiro semestre, com os lucros combinados aumentando 15,8% para 722 bilhões de yuans (US$ 106 bilhões).

O forte desempenho foi atribuído à melhora da economia do país, o progresso na reforma estrutural do lado da oferta e os esforços do governo para fortalecer sua competitividade.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), o principal indicador da inflação, aumentou 1,4% no primeiro semestre, muito mais baixo que o objetivo governamental para manter a inflação dentro de 3%.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) na China, que mede o custo das mercadorias na porta da fábrica, subiu 6,6% nos primeiros seis meses, revertendo a queda de 1,4% no ano passado.

As atividades manufatureiras também ultrapassaram as expectativas do mercado em junho, pois o Índice de Gerentes de Manufatura (PMI, em inglês) para o setor manufatureiro foi de 51,7 pontos em junho, muito mais alto que os 51 pontos pelo 9º mês consecutivo e demonstrando uma expansão contínua.

A China tem o potencial para "sustentar o forte crescimento de forma segura" a médio prazo pois continua seguindo um caminho de crescimento mais sustentável e impulsionando as reformas, disse David Lipton, primeiro-vice-diretor de gerenciamento do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001364412071