Tribunal chinês mantém condenação de duas mulheres por comércio ilegal de vacinas

2017-05-19 20:07:28丨portuguese.xinhuanet.com

Jinan, 19 mai (Xinhua) -- Um tribunal na Província de Shandong, no leste da China, rejeitou na sexta-feira as apelações de Pang Hongwei e Su Qi, duas mulheres que tinham sido condenadas a 15 anos e 6 anos de prisão por comércio ilegal de vacinas.

O Tribunal Popular Superior da Província de Shandong manteve a decisão judicial tomada pelo Tribunal Popular Intermediário da Cidade de Jinan, capital provincial, em janeiro.

Os tribunais descobriram que Pang Hongwei adquiriu ilegalmente vacinas, incluindo vacinas de raiva, que ela guardou em armazéns em Jinan e Liaocheng. Pang vendeu as vacinas para clientes em Shandong e outras regiões do país entre junho de 2013 e abril de 2015.

Pang armazenou impropriamente as vacinas e lucrou quase 75 milhões de yuans (US$ 10,88 milhões) com as vendas.

Não foi a primeira vez que Pang violou as leis relacionadas. Em 2009, ela foi condenada a três anos de prisão com um período de comprovação de cinco anos por comercializar ilegalmente vacinas na cidade de Heze, Shandong. Porém, o caso foi julgado de novo segundo a ordem do Tribunal Popular Superior provincial e, em abril de 2016, sua sentença foi estendida para seis anos de prisão sem comprovação.

O tribunal intermediário decidiu condenar Pang a 19 anos de prisão por seus crimes nos dois casos. Além disso, todos os seus bens serão confiscados.

A outra acusada, Sun Qi, filha de Pang, foi condenada a seis anos de prisão por ajudar sua mãe na venda de vacinas no valor de mais de 42 milhões de yuans entre setembro de 2014 e abril de 2015. Ela terá 7,4 milhões de yuans em propriedades confiscadas.

Elas foram detidas pela polícia em 28 de abril de 2015. No dia seguinte, a polícia encontrou vacinas no valor de quase 700 mil yuans que elas guardavam no armazém de uma fábrica de toalhas em Jinan.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001362988511