Temer deu aval para comprar silêncio de Cunha, diz O Globo

2017-05-19 13:47:08丨portuguese.xinhuanet.com

Rio de Janeiro, 19 mai (Xinhua) -- O presidente Michel Temer autorizou a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, preso desde outubro, informou o jornal O Globo.

Temer foi gravado durante uma conversa em 7 de março com o dono da JBS, Josley Batista, afirmando que "tem que manter isto" ao ouvir que o empresário pagava mesada a Cunha e ao operador Lúcio Funaro, também preso, para que não fizessem delação.

Cunha foi responsável pelos trâmites que levaram ao impeachment de Dilma Rousseff, o que permitiu que Temer assumisse o cargo em 12 de maio de 2016.

Segundo O Globo, na mesma gravação, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loure (PMBD) para resolver um assunto da holding J&F Investimentos, que controla a JBS. O deputado foi filmado pela PF recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Batista.

Josley e o irmão Wesley entregaram a gravação e delataram os atos de corrupção envolvendo Temer e outros políticos à Procuradoria-Geral da República. A delação deve ser homologada agora pelo juiz do STF Edson Fachin.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, Fachin recebeu na semana passada no STF os irmãos Batista e outros cinco executivos do grupo em uma reunião na qual confirmaram que as delações feitas em abril à PGR foram de livre e espontânea vontade.

Em outra delação, os irmãos Batista apresentaram a gravação de uma conversa com o senador Aécio Neves(PSDB) em que pedia R$ 2 milhões para pagar a defesa dele na Lava Jato.

O dinheiro foi entregue a um primo de Aécio e rastreado pela PF, que o encontrou em uma empresa do senador Zezé Perrella (PSDB).

O Palácio do Planalto afirmou que Temer tinha se reunido com Joesley mas "jamais" tentou evitar a delação de Cunha.

Fale conosco. Envie dúvidas, críticas ou sugestões para a nossa equipe através dos contatos abaixo:

Telefone: 0086-10-8805-0795

Email: portuguese@xinhuanet.com

010020071380000000000000011100001362979741