Presidente francês convoca reunião de defesa após tiroteio em Paris

2017-04-21 15:05:00丨portuguese.xinhuanet.com

Paris, 20 abr (Xinhua) -- O presidente francês François Hollande anunciou que uma reunião de defesa será realizada às 8 horas (hora local) na sexta-feira, depois de um tiroteio no centro de Paris na noite de quinta-feira, que matou um policial e feriu outros dois.

O presidente fez uma declaração na frente do Palácio Elysees após uma reunião com o primeiro-ministro Bernard Cazeneuve e o ministro do Interior Matthias Fekl.

Ele disse estar convencido de que o ataque é "terrorista" e prometeu medidas de segurança "absolutamente vigilantes" para a próxima eleição presidencial, que começará no domingo.

"Meus sentimentos estão com a família do policial que foi morto, e com os policiais feridos", disse Hollande.

"Temos de perceber que a nossa força policial está exposta e reitero todos os compromissos que assumi, e todos os esforços devem ser feitos para garantir que estes policiais possam cumprir a sua missão", acrescentou.

O grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

O tiroteio ocorreu às 20h, hora local, na rua comercial Champs Élysées, no centro de Paris. O atirador foi morto a tiros pela polícia.

010020071380000000000000011100001362261611