Ataque na Champs-Élysées, em Paris, deixa mortos e feridos

2017-04-21 14:36:30丨portuguese.xinhuanet.com

Policiais fazem guarda na rua comercial Champs Élysées em Paris, França, em 20 de abril de 2017.  Um policial foi morto e outro ficou gravemente ferido em um tiroteio na noite de quinta-feira perto da rua comercial de Champs Élysées, em Paris. (Xinhua/Chen Yichen)

Paris, 20 abr (Xinhua) -- Um policial foi morto e dois outros ficaram gravemente feridos em um incidente na noite de quinta-feira na rua comercial Champs Élysées, em Paris, disseram autoridades.

O porta-voz do Ministério do Interior francês, Pierre-Henry Brandet, disse à emissora local BFMTV que os policiais foram "deliberadamente atacados" e que o atirador foi morto a tiros.

Um homem armado com uma metralhadora saiu de um carro e abriu fogo contra a polícia na frente de uma loja na rua, disse uma testemunha.

Ele então tentou fugir e feriu dois outros oficiais antes de ser baleado em uma troca de tiros com a polícia.

"Pedimos a todos os residentes que evitem a área da Champs Élysées para permitir que as operações da polícia sejam realizadas com serenidade", disse Brandet, acrescentando que a investigação policial sobre o motivo do ataque está em andamento.

A polícia está coletando as declarações das várias testemunhas que estavam no local do incidente para verificar a presença de um segundo atirador.

Enquanto isso, o Ministério Público francês disse que o gabinete antiterrorismo abriu um inquérito para investigar o ataque.

O presidente francês, François Hollande, fará um discurso logo após uma reunião de emergência com o primeiro-ministro Bernard Cazeneuve e o Ministro do Interior, Matthias Fekl.

Cazeneuve homenageou o policial morto e expressou solidariedade com os feridos em sua conta no Twitter.

A rua Champs Élysées foi fechada pouco depois do tiroteio, enquanto um helicóptero começou a patrulhar a área.

Veículos policiais foram vistos alinhados ao longo da rua, e os pedestres foram instruídos a se afastarem da área.

As preocupações com a segurança foram levantadas desde terça-feira, quando dois homens foram presos por planejar um ataque antes da eleição presidencial francesa, que deve começar neste domingo.

010020071380000000000000011100001362261151