Pesquisa: Ancestrais de seres humanos podem ter se originado no centro da China

2017-04-21 12:01:32丨portuguese.xinhuanet.com

Zhengzhou, 21 abr (Xinhua) -- Um monumento foi estabelecido na quarta-feira no local de fósseis de Eosimiid do distrito de Mianchi, na Província de Henan, centro da China.

Uma pesquisa mostrou que os ancestrais remotos de seres humanos podem ter vivido no local há 45 milhões de anos, segundo o departamento de publicidade da cidade de Sanmenxia, que administra Mianchi.

De 1985 a 1994, os fósseis de Eosimiid datando de 45 milhões de anos, com características de primatas mais altos, foram encontrados na aldeia de Rencun do distrito.

Antes da descoberta, os mais antigos fósseis conhecidos de primatas mais altos no mundo remetiam a 35 milhões de anos e foram encontrados na região de Fayum, na África do Norte.

A revelação dos fósseis de Eosimiid em Mianchi recuou a origem dos antropoides em 10 milhões de anos. Alguns paleoantropólogos acreditam agora que a Bacia Yuanqu-Mianchi seja uma das áreas de origem dos mais antigos ancestrais humanos.

Os fósseis de Eosimiid já foram encontrados nas províncias de Henan, Jiangsu, Shanxi e Yunnan, assim como a Região Autônoma da Mongólia Interior na China.

Ni Xijun, que trabalha no Instituto de Paleontologia Vertebrada e Paleantropologia, subordinado à Academia Chinesa de Ciências, e produziu uma restauração ecológica dos Eosimiids recentemente, disse que a Bacia Yuanqu-Mianchi é reconhecida de forma internacional como um dos locais de origem de ancestrais remotos humanos.

010020071380000000000000011100001362258351