Vice-premiê chinês pede impulsão de reforma estrutural no lado da oferta

2017-03-20 13:59:12丨portuguese.xinhuanet.com

Beijing, 20 mar (Xinhua) -- O vice-primeiro-ministro chinês Zhang Gaoli disse no domingo que a China deve aumentar a reforma estrutural no lado da oferta para estimular o crescimento e melhorar a vitalidade do mercado.

Ele fez as observações na cerimônia de abertura do Fórum do Desenvolvimento da China 2017 (CDF, na sigla em inglês) em Beijing.

Zhang destacou a ideia básica de "buscar o progresso enquanto mantém a estabilidade" e sublinhou a necessidade de esforços para continuar o crescimento, garantir o emprego e agir contra os riscos do país e do exterior.

A China vai avançar sua reforma no lado da oferta, cortando a capacidade de produção de aço em cerca de 50 milhões de toneladas e a capacidade de carvão em mais de 150 milhões de toneladas este ano, disse vice-premiê.

O país priorizará a redução de estoques de casas não vendidas nas cidades de terceiro e quarto níveis ao combater a especulação no mercado imobiliário, disse ele.

As reformas-chave vão ganhar a dinâmica para estimular o crescimento econômico e vitalidade do mercado, e o governo continuará a cortar as trâmites burocráticas para facilitar negócios, acrescentou ele.

O vice-premiê também reafirmou o compromisso da China para melhorar a qualidade de ar, água e solo pelo desenvolvimento de baixo carbono e conservação de ecospace.

Ao mesmo tempo, a China continuará empenhada em garantir o desenvolvimento alcançado pela inovação e aumentarão esforços para revitalizar a economia real, sublinhou o funcionário principal do país.

"A economia real é a base do crescimento econômico e vamos aperfeiçoá-la", segundo Zhang.

A China vai melhorar suas capacidades em inovação científica e impulsionar o desenvolvimento de setores emergentes estratégicos e manufatura moderna além de transformar as indústrias tradicionais com nova tecnologia e os modelos comerciais, disse.

O governo vai continuar promovendo a empreitada e o plano de "Internet Plus" para reunir as necessidades diversas do mercado. As companhias chinesas serão incentivadas para usar sua habilidade para estabelecer marcas competitivas que resistam à prova do tempo, segundo Zhang.

A China vai reduzir mais os custos para as empresas ao otimizar a administração e impulsionar as reformas fiscais, disse vice-premiê.

A prevenção e o controle dos riscos financeiros serão elevados para uma posição mais alta na agenda do governo, sublinhou Zhang, acrescentando que a China administrará riscos nos empréstimos vencidos, inadimplência, bolhas imobiliárias e finanças de internet para evitar os riscos financeiros sistemáticos.

O governo também vai acelerar a reforma das empresas estatais, fazer as reformas concretas de propriedade mista em setores tais como energia, petróleo, ferrovia, aviação civil e telecomunicações e abrir o mercado mais amplo para investimento privado, acrescentou Zhang.

Ao falar dos laços estreitos e complementares entre a China e a economia mundial, o vice-premiê enfatizou a necessidade para avançar resolutamente para a globalização e combater o protecionismo.

"A China está disposta a juntar os esforços à comunidade internacional para guiar a economia mundial em direção ao crescimento forte, sustentável, equilibrada e inclusivo", apontou ele.

O país vai continuar implementando sua estratégia de abertura e avançar a Iniciativa do Cinturão e Rota.

A China hospedará o Fórum do Cinturão e Rota para a Cooperação Internacional em maio, o que será um novo capítulo de cooperação de ganhos recíprocos, segundo Zhang.

Mais de 20 chefes de Estado e governo, mais de 50 líderes de organizações internacionais, mais de 100 funcionários de nível ministerial, assim como mais de 1.200 delegados de diversos países e regiões participarão do fórum.

O CDF, organizado pelo Centro de Pesquisa de Desenvolvimento do Conselho de Estado, é uma conferência de alto nível que reúne líderes de instituições internacionais, academia e companhias mundiais. O evento é normalmente realizado depois das sessões anuais do principal órgão legislativo e do órgão consultivo político mais importante da China.

010020071380000000000000011100001361425401