Novo chefe da ONU exige mudanças na estratégia para impedir guerras

2017-01-11 15:31:18丨portuguese.xinhuanet.com

 

Em 10 de janeiro de 2017 o secretário geral da ONU, António Guterres (C), abordou o debate aberto no nível ministerial do Conselho de Segurança sobre a prevenção de conflitos e a manutenção da paz na sede da ONU em Nova York. O secretário geral António Guterres nesta terça-feira demandou à ONU e aos estados membros a fazer as mudanças necessárias em sua estratégia e suas operações para prevenir a guerra e sustentar a paz. Em seu primeiro discurso ao Conselho de Segurança depois de tomar posse, Guterres destacou a necessidade de reequilibrar a abordagem à paz e à segurança mundial, prevenindo conflitos em vez de responder a conflitos. (Foto da Xinhua/ONU/Rick Bajornas)

Nações Unidas, 10 jan (Xinhua) -- O secretário-geral da ONU, António Guterres, exigiu na terça-feira que a ONU e os estados membros façam as mudanças correspondentes em sua estratégia e em suas operações para prevenir a guerra e sustentar a paz.

Em seu primeiro discurso ao Conselho de Segurança depois de tomar posse, Guterres destacou a necessidade de reequilibrar a abordagem à paz e à segurança mundial, prevenindo conflitos em vez de responder a conflitos.

Guterres disse ao conselho de 15 nações que ele iniciou reformas dentro do sistema da ONU para detecção precoce e ação para prevenir conflitos em todo o mundo.

Ele também pediu a reforma do sistema de desenvolvimento das Nações Unidas para apoiar os esforços para construir e sustentar a paz, desde a prevenção, resolução de conflitos e manutenção da paz à construção da paz e desenvolvimento a longo prazo.

O Conselho de Segurança realizou um debate aberto na terça-feira de manhã para discutir visões sobre a prevenção de conflitos e sustentação da paz quando os conflitos no Sudão do Sul, Síria e Iêmen se revelaram difíceis de resolver.

Ao notar que muitas oportunidades de prevenção foram perdidas porque os estados membros desconfiavam dos motivos uns dos outros, Guterres disse que "a prevenção nunca deve ser usada para servir outros objetivos políticos."

"Ao tomar medidas preventivas, precisamos evitar o duplo padrão," disse Guterres. "Mas isso não significa que não haja normas."

Neste sentido, Guterres prometeu construir mais confiança entre os estados membros e nas suas relações com as Nações Unidas para a cooperação internacional eficaz para a prevenção de conflitos, "particularmente traduzir alerta precoce em ação antecipada."

010020071380000000000000011100001359734921